UCRÂNIA - Esquadrão de Motorolla faz operação na cidade de Ylovaisk

27/08/2014 14:28

Guerra Civil na Ucrânia

O comandante miliciano Motorolla

Traduzido por Eduardo Lima 

Motorola (nome verdadeiro - Arseny Sergueievitch Pavlov - Nasceu em Komi, 1983, URSS) - um participante ativo no conflito armado no leste da Ucrânia, o líder militar separatista da não reconhecida República Popular de Donetsk, comandante das forças especiais anti-tanque. Ganhou fama como resultado de emissões diretas nas lutas na região de Sloviansk em maio 2014.

Biografia

Sobre a biografia do rebelde Motorola, há pouca informação confiável. De acordo com seu próprio testemunho, expressa em uma entrevista ao jornal "Zavtra", ele nasceu em 1983 na República de Komi, serviu no Corpo de Fuzileiros Navais, participou duas vezes em operações antiterroristas na Chechênia, numa duração de seis meses cada. Ele também destacou a posse dos empregos civis como salva-vidas (com certificação). A questão de por que ele estava na Ucrânia, em 2014, durante o conflito, a Motorola disse o seguinte:

“Tomeu um trem e vim. Não penetrei. Russia é aqui, e vim. Já disse: uma vez que voaram coquetéis molotov contra a polícia na Praça Maidan, tornou-me tudo claro, é guerra. Após os nazistas declararem que, para cada um dos seus [mortos], matará dez russos - esperar até que a ameaça se torne uma realidade, quer dizer, eu senti, eu não vi.”

Escândalo jornalístico com um vídeo da batalha de Kramatorsk 

Jornalista ucraniano Alexander Gorobetc em 20 de maio de 2014, postou em um texto na Internet intitulado “Funcionários da LifeNews em que realmente estão engajados em Kramatorsk? Provas em vídeo". Nela, ele argumentou que os jornalistas de TV russa LifeNews não apenas "ajudava os terroristas", mas também levou a cabo o comando dos rebeldes durante a Batalha de Kramatorsk. O público acusava com os vídeos, alegando que a voz na cena dando ordem pertenceria a um dos jornalistas da LifeNews. Mais tarde descobriu-se que essa voz pertence ao rebelde apelidado de Motorola. Foi o primeiro episódio, em que a Motorola adquiriu notoriedade na mídia.

Premiação da Cruz de São George da República Popular de Donetsk

Em Slovyansk, a divisão de Motorola conduziu operações militares na área da aldeia Semenivka, que foi considerada uma das partes mais difíceis da frente. 

Durante a retirada das forças de "milícia popular" de Slavyansk a divisão de Motorola defendeu posições perto da cidade de Mykolaivka, cobrindo a retirada das forças principais. 

Após retirar os insurgentes do Slavyansk e realocá-los em Donetsk, o ministro da Defesa da República Popular de Donetsk, Igor Strelkov premiou o comandante rebelde Motorolla com o chamado maior prêmio do Exército da República Popular de Donetsk: a Cruz de São Jorge da Novarussia.

Operação de limpeza com o esquadrão de Motorolla: 


Esquadrão de Motorolla faz operação na cidade de Ylovaisk: 

Canal reserva: http://bit.ly/1r2aU67

Curta a Página Comunistas http://on.fb.me/1kSVHAw

Me adicione no Twitter: https://twitter.com/eduardolm17

Acompanhe a guerra civil pelo meu canal do youtube: 

http://www.youtube.com/user/eduardolm17

Tópico: UCRÂNIA - Esquadrão de Motorolla faz operação na cidade de Ylovaisk

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!