Mais de 40 pessoas foram queimadas

vivas por neonazistas na Ucrânia +18

Perto de 300 ativistas pro-referendo e pro-Federalização foram encurralados por fascistas do Setor de Direita e do grupo Ultra (uma torcida organizada de futebol local) em Odessa no prédio dos sindicatos... Os fascistas incendiaram o prédio com coquetéis molotoves à moda EuroMaidan e as pessoas de dentro do prédio começaram a se intoxicar e pular pelas janelas... Algumas das vítimas da tragédia morreram instantaneamente com a queda e outros que sobreviveram à queda continuaram sofrendo agressão dos fascistas até a morte... Dos mais de 50 cidadãos mortos e mais de 200 feridos, todos eram cidadãos comuns ucranianos de Odessa e estavam desarmados... Estes detalhes foram omitidos propositalmente por toda a mídia ocidental (a mídia do Obama), além do que esta mesma mídia divulgou informações mentirosas de que estes mortos eram terroristas e estavam fortemente armados, alguns meios de comunicação do ocidente chegaram a dizer que a FSB (Serviço de Segurança Federal da Rússia) teria tido envolvimento na preparação dos imaginários "terroristas" (tirados da cabeça fantasiosa do Obama e suas marionetes de Kiev). Mais uma vez a mídia ocidental age de forma baixa, suja e criminosa, por encomenda da Casa Branca.

A Verdade sobre o massacre de Odessa 

Esse documentário foi censurado pelo Youtube porque mostra todos os detalhes do genocídio provocado pelos ucranianos contra os descendentes de russos em Odessa. Assista o vídeo, baixe, compartilhe e poste em outros sites e redes sociais. Ajude a espalhar a verdade. (Atenção! Cenas muito fortes). 

 

Meninas nazistas apoiaram a matança em Odessa +18

Mostre esse vídeo para todas as pessoas que você conhece. A Mídia brasileira esconde que o NAZISMO voltou na Ucrânia.

 

VEJA FOTOS DOS CONFRONTOS E DO MASSACRE DE ODESSA:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.761632650543938.1073741905.200699703303905&type=3​

 

UCRÂNIA - Eu não acredito, Odessa

Vídeo em homenagem às vítimas do massacre de Odessa, quando mais de 100 pessoas foram assassinadas por neonazistas na Ucrânia.

O genocídio foi planejado pelos Estados Unidos, recebeu apoio da CIA e do governo golpista ucraniano. Além do silêncio cúmplice da imprensa brasileira.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!